Você sabia que nem sempre um tratamento fisioterapêutico é demorado?
Quando o fisioterapeuta tem uma visão global, entende que todas as técnicas e exercícios favorecem a capacidade de autocura do corpo.

Por exemplo, se um cliente chega em uma das unidades da Rede MoviMente com uma queixa de tendinite (ou dor nas costas, tornozelo, bursite e muitos outros…..), o terapeuta irá avaliar o que está a causar esta tendinite. Esta causa pode ser por fraqueza muscular, desequilíbrio de força entre as diferentes musculaturas envolvidas no movimento, ativação dos músculos em momentos “errados”, alteração da anatomia ou diversos outros.
Na avaliação, identifica-se a causa da tendinite, amplitudes, restrições, momentos de dor e muito mais.

O tratamento utiliza diversas técnicas e exercícios para que haja uma progressão gradual de exercícios. O objetivo esperado é uma dessensibilização, permitindo mais exercícios conforme a CAUSA da tendinite começar a ser corrigida de forma ativa, ou seja, através de exercícios específicos, a sensibilidade ao realizar determinados movimentos fica cada vez menor e permite-se realizar movimentos com menos compensações

MoviMente-se!

Comentar