fbpx

Da coluna vertebral saem artérias, veias e todos os nervos que enviam e recebem as diferentes informações de cada função neurológica do nosso corpo.

Pequenas alterações nestas regiões podem gerar sintomas e alteração na função do órgão e músculo do nervo afetado.

Existem 3 grande divisões teóricas na osteopatia, porém, na prática, elas estão sempre integradas. São elas: 

  • Osteopatia estrutural: são usadas com a finalidade de restabelecer a correta mobilidade de uma articulação e visa restabelecer as restrições de movimento e alívio de outras partes que estão sobrecarregadas.
  • Osteopatia craneal: é utilizada para alívio de sintomas tais como cefaléias, enxaquecas e dores na região em volta dos olhos. Um traumatismo, por exemplo, pode desalinhar as suturas que o crânio possui e alterar o funcionamento ideal das membranas intracranianas, gerando sintomas como a dor de cabeça.
  • Osteopatia visceral: tem como objetivo melhorar a mobilidade, posicionamento e consequentemente o funcionamento dos órgãos e vísceras.

O Osteopata possui uma visão integrada e raciocínio clínico apurado para avaliar e tratar suas dores e disfunções de forma assertiva.

Entender o todo faz a diferença!

Agende agora mesmo o seu atendimento com o Osteopata.

MoviMente-se!

Comentar